terça-feira, 14 de abril de 2009

A maioria dos cristãos dos EUA não acreditam que Satanás e o Espírito Santo existam realmente.

A maioria dos cristãos-americanos não acreditam que Satanás é um ser real, ou que o Espírito Santo é uma entidade viva,revela o mais recente levantamento feito pla BARNA.

Quase seis em cada dez cristãos concordaram com a afirmação de que Satanás "não é um ser vivo, mas é um símbolo do mal".

Quarenta por cento concordaram fortemente com a declaração enquanto 19 por cento de cristãos americano concordou com ressalvas..

Em contrapartida, cerca de 35 por cento de americanos cristãos acreditam que Satanás é real. Vinte e seis por cento discordaram fortemente com a afirmação de que Satanás é meramente simbólico e cerca de um décimo discordaram pouco.

Os restantes oito por cento de cristãos americana respondeu que tinham dúvidas sobre a existência de Satanás.

Curiosamente, a maioria dos cristãos acreditam que uma pessoa pode estar sob a influência de forças espirituais, como demônios ou espíritos malignos, apesar de muitas dessas mesmas pessoas acreditam Satanás é apenas um símbolo do mal. Dois em cada três cristãos concordaram que tais forças são reais (39 por cento concordaram fortemente, 25 por cento acordado um pouco).

Do mesmo modo, a maioria dos cristãos nos Estados Unidos não acreditam que o Espírito Santo é uma força viva. " Cinqüenta e oito por cento fortemente ou pouco concordou com a afirmação de que o Espírito Santo é "um símbolo do poder de Deus ou a presença, mas não é uma entidade viva."

Apenas um terço dos cristãos não concordaram com a afirmação de que o Espírito Santo não é apenas simbólica (9 por cento discordam um pouco, 25 por cento discordaram fortemente). Nove por cento foram expressas dúvidas.

Curiosamente, cerca de metade (49 por cento) das pessoas que concordaram que o Espírito Santo é apenas um símbolo, mas não uma entidade viva, concordou que a Bíblia é totalmente exata de todos os princípios que ensina. A Bíblia afirma que o Espírito Santo é Deus ou a presença do poder, e não apenas simbólica.

"A maioria dos americanos, mesmo aqueles que dizem que são cristãos, têm dúvidas sobre a intrusão do sobrenatural no mundo natural", comentou George Barna, fundador do The Barna Group e autor de livros analisando investigação relativa da América fé.

"Hollywood fez o mal domesticado e acessível, tornando Satanás e demônios menos preocupante do que a Bíblia sugere que realmente são", disse ele. "É difícil para pessoas auto-suficientes e independentes, acreditarem que suas vidas podem ser afetadas por forças invisíveis."

Mas a grande maioria dos cristãos-americanos concordam que uma pessoa deve escolher um lado com os bons ou maus. Mais de seis em cada dez cristãos americano fortemente acordado (61 por cento), com a idéia de que uma pessoa tem de ambos os lados com Deus ou com o diabo - que não existe nas entrelinhas posição.Outro 15 por cento pouco acordado.

Apenas um em cada dez adultos discordou pouco (10 por cento) e uma proporção semelhante (11 por cento) discordaram fortemente.Apenas alguns adultos (3 por cento) não têm uma opinião sobre o assunto.

Barna explicou que, devido à "enorme força de repetição" muitos americanos "intelectualmente" aceitam a ideia de que ambos os lados, com Deus ou Satanás, e não há nas entrelinhas, ainda que esta ideia é que "não se traduziu em prática."

Outros achados incluem levantamento de um número significativo de auto-descrito cristãos crer que Jesus pecou quando ele vivia na terra, ao contrário do núcleo docente do cristianismo que ensina a divindade de Jesus e perfeição.

Mais de um quinto (22 por cento) concordaram fortemente que Jesus Cristo pecou quando Ele viveu na terra, com um adicional de 17 por cento acordar um pouco.

No entanto, quase metade dos cristãos-americanos (46 por cento) discordaram fortemente com a idéia de que Jesus pecou, e 9 por cento discordam um pouco. Seis por cento não têm uma opinião sobre a declaração.

. Barna O relatório é baseado em entrevistas telefónicas para dois inquéritos entre as pessoas que descreveu-se como cristãos. Um total de 1.871 adultos foram selecionados aleatoriamente de entre os 48 Estados continentais, com as primeiras 873 entrevistas realizadas em Janeiro e Fevereiro de 2008, e os restantes 998 entrevistas realizadas em Novembro de 2008.

Fonte: http://www.christianpost.com/

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado pela participação no Blog. Jesus te abençoe.
Você pode comentar usando o Facebook no campo acima, ou comentar usando uma conta do Google aqui :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...