domingo, 3 de julho de 2011

Por que os evangélicos perderam influência?

O Pew Research Center , recentemente conduziu uma pesquisa mundial ouvindo líderes evangélicos, que produziu alguns resultados interessantes.
 Houve algumas surpresas na votação. O "evangelho da prosperidade", que ensina que Deus vai dar-lhe saúde e riqueza  se você tem fé suficiente, foi rejeitada por 90 por cento dos evangélicos. Apenas 39 por cento dos entrevistados dizem que simpatizam com Israel e os palestinos igualmente.  
 Setenta e cinco por cento dizem que as mulheres  podem ser pastoras, e 73 por cento disseram que trabalhar para ajudar os pobres e necessitados é essencial para ser um bom evangélico.
O resultado que tem obtido uma cobertura da imprensa , no entanto, diz respeito ao consenso de que a influência evangélica sobre a cultura está em declínio. Quando perguntado, "Você acha que os cristãos evangélicos estão tendo uma influência maior ou menor na vida no seu país?", Oitenta e dois por cento dos líderes evangélicos dos EUA  entrevistados disseram que a influência sobre a cultura está diminuindo. Cinqüenta e três por cento  disseram que o estado do evangelicalismo está pior do que era há cinco anos, enquanto quase metade esperam que a tendência continue.
Douglas Birdsall, que colaborarou com a pesquisa da Pew, culpou a crescente onda de secularismo. Birdsall se refere à proibição de oração nas escolas e a retirada de Billy Graham da vida pública como fatores importantes. "Houve um tempo", Birdsall disse, "quando tinha um "Dez Mandamentos" em cada sala de aula, tinha orações em lugares públicos ... a sensação é que ele está escorregando de nossas mãos."
A pesquisa parece indicar que a crença de Birdsall é bastante difundida entre os evangélicos americanos, 92 por cento dos entrevistados nos EUA disseram que o secularismo é a maior ameaça ao cristianismo evangélico.
Se a influência evangélica esta em queda livre, não temos a quem culpar senão a nós mesmos. Evangélicos perderam influência não porque a cultura se tornou secularizada, mas porque os evangélicos não conseguiram incorporar a vida e ensinamentos de Jesus.
O grande teólogo americano Stanley Hauerwas sempre diz que o primeiro trabalho da igreja é simplesmente ser a igreja - um ensino que, quando ignorados, vai voltar para mordê-lo.
A igreja evangélica não terá o seu impacto sobre a cultura americana através de manobras políticas, ações judiciais, eleição de candidatos evangélicos, controlando as artes, ou boicotando filmes e produtos, mas quando os evangélicos começarem a incorporar as virtudes derivadas de nossa fé, Benignidade, bondade, tranqüilidade, hospitalidade, paciência, autocontrole - estas são virtudes radicais que devem definir o povo chamado evangélico. Em vez disso,os evangélicos são em grande parte conhecidos por aquilo que são contra.
O popular líder evangélico Rick Warren observou uma vez que a igreja era para ser o corpo de Cristo, mas parece que "As mãos e os pés foram amputados e nós somos apenas uma boca grande." Ele está certo. A igreja evangélica vai desfrutar de grande influência na cultura americana, quando mais uma vez torna-se as mãos e os pés de Cristo, quando ela começa a agir como a igreja. Como isso funciona é sempre diferente em cada contexto, mas Jesus ensinou que sempre envolve duas coisas simples: amar a Deus, amar o próximo.
Noventa e oito por cento dos que participaram da pesquisa concordam que a Bíblia é a palavra de Deus. Central com os ensinamentos de Jesus na Bíblia é a idéia de que os seres humanos só podem encontrar a sua vida quando perderem suas vidas em nome de terceiros. Não que todos temos que morrer como mártires, mas devemos estar dispostos a dar a nossa vida cotidiana - de forma grande e pequena - para todos na nossa comunidade. Nós simplesmente devemos servir a um vizinho, alimentar os famintos, visitar os doentes, e vestir os nus. Quando a igreja abraça a chamada para estabelecer sua vida de forma desinteressada, ela se move em harmonia com a realidade. Quando a igreja  recusa esta vocação essencial, é como se o universo conspirasse contra ela. Se nós evangélicos estamos perdendo força, credibilidade e influência em nossa cultura, é porque temos procurado o poder, credibilidade e influência em vez de perder nossas vidas em nome de terceiros. Quando o modo de auto-esvaziamento de ser a igreja se torna nossa característica definidora, meu palpite é que vamos desfrutar de toda a influência que poderíamos querer.

Autor:  Tim Suttle

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado pela participação no Blog. Jesus te abençoe.
Você pode comentar usando o Facebook no campo acima, ou comentar usando uma conta do Google aqui :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...