terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Mulher moderna: mais irritada!!!

Se algo mudou nos últimos 80 anos, sem dúvida, foi a mulher! Até a década de 30, mal podiam aprender a ler ou mesmo a votar. Suas obrigações eram domésticas, gerando um filho atrás do outro, preparando comida em grandes panelas, servindo ao esposo, cuidando dos pais. E assim por milênios vivemos numa sociedade machista, em que cabia à mulher um papel secundário, submisso.

E atualmente?! Simplesmente virou tudo de perna para o ar! Mulheres não só se tornaram guerreiras, mas disputam palmo a palmo cada espaço de trabalho, estudo e atividade, algumas inimagináveis por nossos pais e avós: pilotam jatos, vão à guerra, dirigem grandes multinacionais e... até se tornam presidentes de República!!!

Parabéns para elas, pois essa transformação tem apenas oito décadas. Alguém duvida que elas dominarão o mundo? Mas toda vitória tem o seu custo e desde os anos 80 cresce o número de mulheres que enfartam, tem AVC, câncer, entre outras doenças que aumentaram absurdamente entre o público feminino nessas últimas décadas. Esse é um dos custos de se tornar "caçadora", sair da toca, enfrentar os perigos desse mundão. São pressões de todos os lados. E aqui explica-se a razão de quadros depressivos e ansiosos serem mais comuns em mulheres do que em homens na proporção de 2/1.

E, para complicar, mulheres são hormonais, menstruam todo mês, engravidam, amamentam, têm menopausa, enfim, são altamente hormonais, portanto, mais nervosas, sensíveis, instáveis.

E, não bastassem todos esses aspectos, é bom lembrar ao antigamente - e injustamente - chamado de "sexo frágil" que a cada dia aumentam suas obrigações e deveres: profissionais, sustentar a casa, competir pelo mercado de trabalho, contra os preconceitos e assédio, e depois de tudo isso, voltar para casa e... cuidar de filhos, fazer o exercício com eles, arrumar comida, limpar a casa, organizar as roupas, terminar no computador o resto de trabalho que o chefe determinou, dar uma força para a mãe e irmãs que ligaram com problemas e... ufa... já ia esquecendo,satisfazer o marido que está emburrado esperando lá no quarto! Que vidão, hein?!

Eis o problema: qual tem sido o custo para a mulher moderna de tanta sobrecarga? Pois há apenas 40 anos, os movimentos feministas exigiam igualdade de direitos entre homens e mulheres e que essas tivessem as mesmas chances e mesmas tarefas masculinas.
Conseguiram. E o que se vê hoje é que havia um alto custo em que o mundo feminino, submetido ao estresse de ter que ser ao mesmo tempo ao complexo trabalho da maternidade, do cuidado com a retaguarda - a casa - continuando a sina de ser hormonal e estar sujeita às oscilações físicas e psíquicas dessa condição. E não deu outra: cada dia mais o mau-humor, a depressão, os pânicos, fobias e estresse têm dizimado a qualidade de vida da mulher. E essas, ainda que vitoriosas na conquista de espaços profissionais, como empreendedoras, bem-sucedidas financeiramente, se tornaram queixosas, exaustas, infelizes, com qualidade de vida muito baixa e muita, muita sobrecarga! Dificuldades com os filhos, no casamento, no convívio social. O certo é que ainda não se percebe um equilíbrio, um meio termo onde o mundo feminino possa viver sem as culpas, as cobranças, as angústias, o adoecimento das mulheres depois de tantas batalhas, tantas vitórias!

Quantos aos homens?! Cada vez mais folgados, exigentes, imaturos..( há excessões! ). E nunca é demais lembrar que é do gênero masculino, a tendência à acomodação, a boa vida, um certo parasitismo que salta aos olhos no caso dos leões, que safadamente descasam enquanto as leoas caçam, educam e protegem os filhotes, buscam habitats ideais. Cabe aos machos o papel de "reis da selva", figuras que impõe respeito, garantem segurança, rugem, exibem suas jubas, e vivem cheios de mordomias...

Texto de Eduardo Aquino publicado no Jornal SUPER

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado pela participação no Blog. Jesus te abençoe.
Você pode comentar usando o Facebook no campo acima, ou comentar usando uma conta do Google aqui :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...