sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Lenda Japonesa : 'Cristo fugiu de Jerusalém, e viveu no Japão com a família como produtor de arroz'


É uma das histórias mais antigas do mundo, familiar para milhões em todo o mundo: depois de escapar de Jerusalém, Jesus Cristo viajou para Shingo, Japão, onde ele trabalhou como produtor de arroz, teve uma família e, finalmente, morreu com a idade madura de 106 anos . OK. . . talvez isso seja uma "pequena" mudança no roteiro clássico.
A maioria dos cristãos descrevem essa lenda 'Japonêsa de Jesus" como blasfêmia, mas a BBC relata que tem muitas pessoas que acreditam nessa história.
Em 1935, diz a lenda, documentos antigos  que falava das atividades de Jesus no norte do Japão, foram descobertos por um sacerdote xintoísta.
De acordo com a BBC, os documentos desapareceram há muito tempo (um ponto que deu origem a inúmeras teorias da conspiração), apesar de a CNN acreditar  que idiossincrasias locais dão credibilidade à lenda.
Exemplos: Shingo costumava ser chamado de "Herai", que é apenas um fonema  de "Heburai," a palavra japonesa para Hebreu. Além disso, acrescenta a CNN, uma canção folclórica indígena para a região não contém quaisquer palavras japonesas , e soa um bocado como o hebraico.
E tem mais, os antigos documentos supostamente levaram à descoberta de dois túmulos. Um deles, de acordo com a ABC, é o local da sepultura de Jesus . O outro supostamente contém as orelhas do irmão de Jesus e uma mecha de cabelo de  Maria, mãe de Jesus.
Verdade ou não, os moradores que conservam a sepultura e gerenciam um pequeno museu estão nas proximidades para explicar essa lenda.
"Nós não estamos dizendo que a história é verdadeira ou o que está escrito na Bíblia, é errado", explicou Masaoki Sato, um funcionário da aldeia, à BBC. "Tudo o que estamos dizendo é que esta é uma lenda muito interessante e antiga.E as  pessoas que vem aqui ,decidem como interpretá-la."

Mulheres dançam no local em torno da "tumba de Jesus Cristo", durante um serviço memorial em Shingo , norte do Japão.Os moradores alegam que Jesus Cristo morreu nesta vila remota e está enterrado no túmulo em forma de monte. (AP Photo / Kyodo News)





Ryan Grenoble

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 25 de agosto de 2012

Parábolas do evangelho não social


O Paralítico preguiçoso

1. Quando Jesus voltou a Cafarnaum depois de alguns dias, foi noticiado que ele estava em sua casa.
2. Assim, muitos se reuniram em torno da casa, porque não havia mais lugar la dentro, nem mesmo em frente à porta, e Jesus estava falando a palavra a eles.
3. Então, algumas pessoas vieram, trazendo-lhe um paralítico, carregado por quatro pessoas.
4. E  como não podiam levá-lo a Jesus por causa da multidão, removeram parte do telhado da casa, e depois de ter passado por ele, desceram a esteira em que o paralítico estava deitado.
5. Quando Jesus viu isso, ele ficou irritado: "Por que você destruiu o meu telhado? Você tem alguma idéia do quanto isso foi caro para instalar? Sabe quantas mesas e cadeiras que eu tive que fazer na minha oficina de carpintaria para pagar por esse telhado? Os juncos custavam cinco talentos. E eu tive que comprá-los em Betânia ".
6. Os discípulos nunca tinha visto Jesus tão zangado. Ele continuou: "Esta casa é minha vida." Os discípulos ficaram em silêncio.
 7. "Além de destruir minha propriedade privada, agora você quer que eu cure você?" Jesus disse: "E você não viu as paredes de pedra ao redor desta casa?" "Sim", disseram os amigos do homem. "Não são essas as paredes de pedra natural para a Terra da Galiléia?
8." Não ", respondeu Jesus." Este é um condomínio fechado. Como vocês entraram? "Os amigos do homem paralítico ficaram em silêncio.
9. Então Jesus virou-se para o paralítico e disse:" Além disso, você não pode cuidar de seus próprios problemas de saúde? Tenho certeza de que sua família pode cuidar de você, ou talvez a sinagoga. "
10." Não, Senhor ", respondeu os amigos do paralítico." Não há ninguém. Sua enfermidade é muito grave. A quem mais podemos pedir ajuda? "
11." Bem, não para mim ", disse Jesus." O que aconteceria se eu, começasse a cuidar  gratuitamente da saúde de todo mundo? Isso significa que as pessoas não só ficariam com preguiça, mas levariam vantagens do sistema.
12. Além disso, olhe para mim: eu sou saudável. E você sabe por quê? Porque eu trabalhei duro para o meu dinheiro. "O homem paralítico depois ficou triste e ele se dirigiu a Jesus." Mas eu fiz o trabalho, Senhor ", disse o paralítico." Mas um acidente me tornou paralisado "." Sim ", disseram os amigos do homem paralítico . "Ele trabalhou muito duro."
13. "Bem", disse Jesus, "Isso é apenas parte da vida, não é?" "Então o que eu devo fazer, Senhor?", disse o paralítico. "Eu não sei. Por que você não vende a sua esteira pela qual eles desceram você do telhado? " Jesus respondeu.
14. Todos na multidão então ficaram triste." Na verdade, você sabe o que você pode fazer? ", Disse Jesus." Você deve pagar o conserto do meu telhado. Ou eu vou processá-lo. "E todos se admiraram.
15." Nunca vimos nada como isso ", disse a multidão.


A multidão muito mal preparada

1. O dia estava chegando ao fim, e os doze apóstolos vieram a Jesus e disseram: "Despede a multidão, para que eles possam ir para as aldeias vizinhas e do campo, para apresentar e obter alimentos, pois estamos aqui em um lugar deserto . "
2. Mas Jesus disse-lhes: "Por que vocês não lhes dão algo para comer?" Eles disseram, 'Nós não temos mais que cinco pães e dois peixes - a menos que compremos comida para todas essas pessoas.
3. Estavam reunidos cerca de cinco mil homens. E Jesus disse a seus discípulos: "Sabe, Vocês estão certos. Não desperdicem o seu tempo e dinheiro. Seria positivamente imoral para vocês darem o seu suado salário para essas pessoas. Elas sabiam muito bem que elas estavam vindo para um lugar deserto, e deveriam ter pensado em  trazer mais comida.
4. Os discípulos ficaram admirados por este ensino. "Mas, Senhor", disse Tiago. "A multidão vai passar fome." Jesus estava maravilhada com a sua preocupação. "Isso não é problema meu, Tiago.
Melhor que seus estômagos estejam vazios do que tornar-se excessivamente dependentes de alguém em posição de autoridade para fornecer pães e peixes para eles. Onde isso vai parar? Vou ter que alimentá-los todos os dias?"
"Não, Senhor", disse Tiago, "Só hoje. Quando eles estão sem alimentos. Depois de alimentados , eles estarão saudáveis, e assim poderão ouvir a sua palavra e aprender com você."
Jesus ficou aflito com resposta de Tiago. "Está escrito: Não existe  almoço grátis."
Então, tomou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos ao céu, e tomou um pão e um peixe para si mesmo, e deu o resto para os 12, . Mas não deu nenhum para a multidão muito mal preparada, porque eles precisavam aprender uma lição. Então Jesus comeu . Os discípulos um pouco menos. O que sobrou foi recolhido e guardado para a próxima refeição de Jesus, quando ele estiver com  fome. A multidão muito mal preparada logo se dispersou.



O  rico e, portanto, abençoado jovem

1. Como Jesus estava  em uma viagem, um homem correu até ele e se ajoelhou diante dele, e perguntou: "Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?"
2. E Jesus disse-lhe: "O que você fez até agora?"
3. E ele disse-lhe: "Bem, eu nasci em uma família rica, entrei em uma boa escola, na Galiléia, porque meus pais doaram alguns milhares de talentos, e tenho um emprego bem remunerado no Banco Central Romano
4. Olhando para ele, Jesus o amou,  o jovem rico foi abençoado, e Jesus disse-lhe: "Uma coisa te falta:. Uma casa maior em um condomínio fechado em Tiberíades. Compre isso e você vai estar com tudo pronto. E certifique-se de ter uma bancada de pedra para a cozinha. Elas são muito legais. " Os discípulos ficaram espantados.
5. Pedro perguntou-lhe: "Senhor,  ele não deveria vender todos os seus bens e dar aos pobres?" Jesus ficou irritado. "Para trás de mim, Satanás! Ele merece!" Pedro protestou: "Senhor," ele disse, "Será que este homem não tem uma vantagem injusta? E aqueles que não nasceram em famílias ricas, ou que não tiveram o benefício de uma boa educação, ou vivem nas áreas mais pobres da Galiléia, como Nazaré, sua cidade natal? "
6. "Bem", disse Jesus, "antes de tudo, é por isso que eu deixei  Nazaré. Havia muitas pessoas pobres sempre pedindo caridade. Eles eram tão numerosos quanto as estrelas do céu, e eles me incomodavam. Segundo lugar, quando as pessoas começam a gastar de novo, como este jovem rico, a economia da Galileia irá inevitavelmente crescer e, eventualmente, tudo vai escorrer para os pobres.
Felizes os que são pacientes! Mas dar o dinheiro imediatamente, especialmente se ele não podem fazer nada, é um grande desperdício. " Os discípulos ficaram espantados. "Mas, Senhor, o que dizer das Escrituras que nos dizem para cuidar da viúva, dos órfãos, dos pobres, dos doentes, do refugiado? Quanto a todas as muitas passagens sobre a justiça?"
7. "Essas são metáforas", disse Jesus. "Não leve tudo tão literalmente."


Rev. James Martin, S.J.





COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Não em meu nome: o Islã, Paquistão e as leis de blasfêmia


Uma garota cristã de 11 anos e com Síndrome de Down, no Paquistão  está sob custódia policial, e pode enfrentar a pena de morte, por supostamente queimar páginas do Alcorão .
A menina, que foi identificada como Rifta Masih, foi presa por acusações de blasfêmia e será julgada em Islamabad na pendência de uma audiência no tribunal no final deste mês. Ela foi detida pela polícia depois de uma multidão enfurecida quase invadir a casa da menina em um bairro pobre.
"Cerca de 500  a 600 pessoas se reuniram do lado de fora de sua casa em Islamabad, e eles estavam enfurecidos, e poderiam ter invadido a casa e matado a menina se a polícia tivesse reagido rapidamente",  o policial paquistanês Zabi Ullah disse a jornalistas .
"Matado ela"? Sério? Quero dizer, realmente? O que mais na terra de Alá é errado para tantos auto-proclamados muçulmanos na República auto-denominada Islâmica do Paquistão? Será que eles se esqueceram de sua moral, bem como os seus sentidos? Eles acham que podem ferir ou atacar uma criança em nome de uma religião baseada na compaixão, misericórdia e justiça.
Alguns defensores de leis  de blasfêmia do Paquistão - em que qualquer um considerado culpado de insultar o Alcorão ou o Profeta  Maomé  pode ser condenado à morte - têm feito questão de destacar o número crescente de relatos da imprensa que sugerem que a menina Masih pode ter 16 anos, em vez de 11, e pode não ter Síndrome de Down.
A única resposta apropriada é: e daí?
Se ela tem 11 ou 16 anos,se é mentalmente capaz ou retardada mental é, francamente, irrelevante.Para começar, uma criança é uma criança e deve ser tratada como tal. 
As autoridades paquistanesas têm obrigações morais de proteger essa criança. Segundo, mesmo que esta menina tivesse incendiado páginas do Alcorão - e não existe, aliás,  uma única testemunha ocular a este "crime"  - a sentença à morte por fazê-lo seria, para dizer o mínimo, uma grosseira "penalidade" desproporcional.
Pessoalmente, eu nunca entendi muito bem por que tantos de meus correligionários estão tão ansiosos para matar ou mutilar os que 'insultam' o Islã, o Profeta Maomé ou o Corão. O que está por trás de tanta raiva e, atrevo-me a acrescentar, insegurança? O seu Deus é tão fraco, tão sensível, tão precioso, que não pode suportar qualquer rejeição?
Como o escritor paquistanês e cantor Fifi Haroon escreveu no Twitter: "Você acha que Deus precisa de  você para protegê-lo de uma menina de 11 anos com Síndrome de Down?


É importante ressaltar que há uma suposição equivocada entre alguns muçulmanos que as leis de blasfêmia do Paquistão  são divinamente ordenada. Elas não são. "Elas foram instituídas pelo ditador paquistanês, general Zia ul Haq em 1980", disse o líder paquistanês e advogado de direitos humanos Asma Jahangir : "como um pretexto para a guerra no Afeganistão e adotar uma postura agressiva para a Índia. Ao promover uma versão mais ortodoxa do Islã, ele foi capaz de segurar um regime repressivo e reprimir qualquer oposição ".
Aqui está a realidade: os livros da tradição islâmica estão repletas de histórias de como o Profeta  Maomé  foi verbalmente e fisicamente abusado ​​por seus  inimigos em Meca .Eles jogaram intestinos de animais e excrementos sobre ele, em uma ocasião famosa, um grupo de crianças de rua atiraram pedras e rochas contra ele. No entanto, o profeta  Maomé  não os matou, torturou ou os prendeu. O fundador da fé islâmica, ao que parece, tinha uma pele muito mais espessa do que muitos de seus adeptos do século 21.
Até agora, no Paquistão, ninguém foi ainda executado por blasfêmia, mas, como o jornalista Jon Boone observa , "longas penas de prisão são comuns - um casal cristão foi condenado a 25 anos em 2010 depois de ser acusado de tocar o Alcorão sem lavar as mãos ".
Os cristãos têm sido alvos de ultra-conservadores islâmicos do Paquistão, partidos e movimentos religiosos . As leis de blasfêmia, em particular, são utilizadas novamente para criminalizar cristãos paquistaneses no mais frágil dos pretextos; Rifta Masih, talvez, é apenas a mais recente vítima.
Claro, alguns dos meus correligionários logo afirmam que esta última história é tudo uma conspiração da mídia ocidental - contra o Islã, contra os muçulmanos, contra pobres Paquistaneses. 
Mas então Ouça Jahangir , que disse que os acusados ​​de blasfêmia são "quase sempre impotente diante da intimidação e um judiciário medo ou tendencioso ... futuro do Paquistão continua incerto e sua vontade de lutar contra a crescente intolerância religiosa está diminuindo."
Ouça a Zora Yusuf , chefe da Comissão de Direitos Humanos do Paquistão, que disse que a lei "tem sido explorada por indivíduos para acertarem contas pessoais, para pegar suas terras, para violar os direitos dos não-muçulmanos, para, basicamente, atormentá-los."
A prisão da menina, fez Imran Khan , um dos mais importantes políticos no Paquistão, escrever no Twitter:
"Vergonhoso! Enviar uma menina de 11 anos para a prisão é contra o próprio espírito do Islã que é  sobre ser justo e solidário."
Ele acrescentou :
"A Pobre criança já está sofrendo de Síndrome de Down. O Estado deve cuidar de seus filhos, não atormentá-los. Exigimos sua libertação ".
Khan deve se elogiado por sua condenação pública da prisão de Masih. É uma jogada ousada (perigosa?) Em uma terra onde os políticos - como o governador do Punjab, Salman Taseer - foram mortos a tiros por falar contra as leis de blasfêmia .
Eu, por exemplo, estou farto de políticos, mulás e fanáticos religiosos usando a minha religião para promoverem suas próprias agendas viciosas e sectárias. 
Então, aqui vai a minha própria mensagem muito simples para os fanáticos do mundo islâmico: o fato é que os cristãos (e, para  o assunto, judeus) são nossos irmãos; O Alcorão respeitosamente se refere a eles como " Povo do Livro". Também não devemos alargar a nossa compaixão, tolerância e solidariedade apenas para os membros de religiões abraâmicas enquanto demonizamos e discriminamos os outros. Hindus, sikhs, budistas, agnósticos, ateus - todos eles também são nossos irmãos. Não acredita em mim? Veja o veredicto do Imam Ali ibn Abu Talib , o califa muçulmano e grande filho-de-lei do Profeta Maomé: " Lembre-se de que as pessoas são de dois tipos, elas são ou os seus irmãos na religião ou seus irmãos em humanidade . "
A prisão desta criança cristã não é apenas sobre o Paquistão ou paquistaneses. Aqueles de nós que afirmam serem muçulmanos  não podem ficar em silêncio quando essas flagrantes violações dos direitos humanos são cometidos em nome do Islã e no mundo,e na  segunda maior nação de maioria muçulmana. A negação não é uma opção, nem  fechar os olhos. Temos que falar contra o ódio, a intolerância e a intimidação de minorias não-muçulmanas - caso contrário, corremos o risco de nos tornarmos cúmplice de tais crimes. "Não em meu nome" tem que ser mais do que apenas um slogan anti-guerra.
Mehdi Hasan

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 19 de agosto de 2012

Rumo ao caos:"Rumamos ao caos, ou se preferirem, somos habitantes de um "grãozinho" de areia na praia chamada universo, e aqui, da Terra, o princípio da incerteza nos rege, assim como um maestro faz com uma orquestra"

Como anda o trânsito nas grandes cidades? E a violência, o abuso de bebidas e drogas em qualquer cidade? E as finanças em geral? Casamento, saúde e educação pública?

Se a resposta para estas e outras infindáveis perguntas for: "Esta tudo um caos!", não se espante, isso é perfeitamente natural e esperado. Segundo reza as ciências naturais, em particular a física e a matemática, tudo no universo tende ao caos! E não o contrario, que o que seria o nosso desejo. Como seria bom se tudo tivesse uma organização, se controlássemos as leis naturais, se tudo fosse previsível. Que nada! Tendemos a nos desorganizar, ficamos sem padrões, somos regidos pela incerteza. 

E quanto mais complexo o mundo se torna, mais frágil e caótico fica. Se o mundo ficou global, basta um detalhe dar errado, seja na Europa, Estados Unidos, Brasil, China e até no Paraguai, e isso pode acabar com seu emprego, aumentar o preço do frango, atrasar a prestação do carro. Um detalhe, uma coisinha de nada, e o mundo pode falir, os computadores deixarem de funcionar, o dólar nada valer.

O que adianta PAC 1,2,3, consumir, se endividar, se o país não cresce, a Europa não compra, os Estados Unidos devem para todo mundo, os chineses têm poupança, mas são ainda mais pobres do que nós, tem que vender barato e ninguém consegue comprar!

Tá vendo: rumamos ao caos, ou se preferirem, somos habitantes de um "grãozinho" de areia na praia chamada universo, e aqui, da Terra, o princípio da incerteza nos rege, assim como um maestro faz com uma orquestra. 

Se nem sabemos cuidar do nosso instrumento (nosso corpo), se não conseguimos nem sequer afiná-lo (ter paz de espírito), aprender a pauta musical (entender e saber viver), buscar harmonia (conviver com os outros e diferentes instrumentos) e ter a humildade de partilhar nossos talentos em prol do todo, realmente talvez não sejamos mais que um "game"de alguma inteligência superior intangível, universal.

Quanta incompetência! O caos (na matemática), a incerteza (princípio da física quântica), são o nosso ambiente, a nossa vida, nossa origem, nosso destino. 

Ou a economia cresce e adeus meio-ambiente, ou preserva a natureza e vamos deixar de ser tão consumistas, globais, poluidores, fúteis. Pois nesse embate, a natureza sempre ganha! Vem Egito, Grécia, Roma, Europa, Estados Unidos, Bric, quem quiser. Auges e decadências se sucedem e tudo vira um caos! Quando ele chegar ao fim, quem sabe surja um novo modelo, um novo tempo, não é mesmo? 

Fica a dica: toda civilização terminou quando a riqueza de poucos conviveu com pobreza da maioria, quando a bebida e drogas se disseminaram, a sexualidade se tornou promíscua, a individualidade superou o espírito coletivo e líderes se corromperam no caos, que é a mente e a alma humana. Como viram, sou otimista, mas só depois que o caos vier!

Eduardo Aquino (Jornal Super)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 18 de agosto de 2012

Anúncios contra o Islã em estações do metrô

Pamela Geller, que recentemente obteve uma vitória judicial concedendo-lhe o direito de publicar  anúncios em ônibus contra o Islã , postou um novo e grande cartaz na plataforma de metrô em Hartsdale,onde está escrito:
"19.250 violentos atentados islâmicos desde 11/09/2001," "Não é islamofobia. Isso é Islamo-realidade"




O anúncio foi pago pela  American Freedom Defense Initiative,uma organização da  Stop Islamization of America  

Políticos locais foram contra: "Há muitos muçulmanos que residem na Greenburgh e em nossbairros", disse o Supervisor Paulo Feiner , ao Daily News . "Eles não devem ser discriminados. Os cartazes encorajam a discriminação, ódio e não ajudam os esforços para combater crimes de ódio."
Pamela Geller defendeu o anúncio, dizendo ao Daily News por e-mail:
"Não há nada de ódio, de má-fé, ou ofensivo ao mostrar  o terror da jihad. São os fatos ofensivos? É, como diz o anúncio, Islamo-realidade.  Líderes islâmicos  ao redor do mundo fomentam a violência, promovem o ódio, ensinam as crianças a odiar, e exortam os muçulmanos a conquistarem um lugar no Paraíso por assassinar infiéis ".

E esta não é a primeira vez que um anúncio no Metro-North tem causado controvérsia. Apenas um mês atrás, um anúncio pró-palestina poderia ser visto em plataformas de trem ao longo da linha MTA.
O anúncio - que diz, "4,7 milhões de palestinos são classificados pela ONU como refugiados", com mapas que mostram a diminuição da terra Palestina, de 1946 até o presente - foi pago  por Henry Clifford, o presidente da Comissão para a Paz em Israel e Palestina.

Christopher Mathias

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Seis maneiras surpreendentes de Jesus que mudaram o mundo


Tanto o presidente Obama quanto o governador Romney tiveram que dizer várias vezes as suas opiniões sobre um rabino itinerante que viveu há 2000 anos atrás.
Mas por que alguém se importa?
Historiador de Yale, Pelikan Jeroslav escreveu: "Independentemente do que qualquer um, pessoalmente, pensa ou acredita , Jesus de Nazaré foi a figura dominante na história da cultura ocidental por quase 20 séculos. 
Acontece que a vida de Jesus é um cometa com uma cauda muito longa. Aqui estão alguns fragmentos de seu impacto que na maioria das vezes surpreendem as pessoas:
Crianças
As crianças do mundo antigo eram rotineiramente deixadas para morrer  - principalmente se elas eram do sexo errado (você pode adivinhar qual era o errado), elas eram muitas vezes vendida como escravos. 
Tratamento de Jesus e os ensinamentos sobre as crianças levaram à proibição de tais práticas, bem como a criação de orfanatos . Um estudioso norueguês chamado Bakke escreveu um estudo desse impacto, intitulado simplesmente: Quando as crianças se tornaram pessoas: o nascimento da infância no início do cristianismo.
Educação
O amor e vontade de aprender, levou aos mosteiros, que se tornou o berço de guildas acadêmicos.Universidades como Cambridge, Oxford, Harvard e tudo começou com o modo de Jesus de inspiração e esforços para amar a Deus com a mente e to o entendimento ". A primeira legislação para financiar a educação pública nas colônias foi criada sob a noção de que Deus não quer que qualquer criança seja ignorante. O mundo antigo amava educação, mas reserva a educação para a elite, a noção de que cada criança trazia a imagem de Deus ajudou a alimentar o movimento para a alfabetização universal.
Compaixão
Jesus tinha uma preocupação universal para aqueles que sofreram, que transcendeu as regras do mundo antigo. Sua compaixão para com os pobres e os doentes levou a criação de instituições para leprosos, o início dos atuais hospitais. O Conselho de Nissa decretou que sempre que existir uma catedral, deve haver um  lugar para de cuidar dos doentes e pobres. É por isso que ainda hoje, os hospitais têm nomes como "Bom Samaritano", "Bom Pastor", ou "Santo Antônio". Eles foram as primeiras  instituições de caridade do mundo.
Humildade
O mundo antigo honrava muitas virtudes, como coragem e sabedoria, mas não humildade. As pessoas eram geralmente divididas em primeira classe e treinadores; Cada um dos outros 99 por cento era um mediocribus personis. Plutarco escreveu um livro de auto-ajuda que pode rachar as listas de best-sellers no nosso dia: Como elogiar-se inofensivamente.
A vida de Jesus como um servo do lava-pés acabaria por levar à adoção de humildade como uma virtude muito admirada. O historiador John Dickson escreve, "é improvável que qualquer um de nós poderia aspirar a esta virtude, não fosse o impacto histórico da sua crucificação ... Nossa cultura permanece cruciforme muito tempo depois que deixou de ser cristã."
Perdão
No mundo antigo, a virtude significava recompensar amigos e punir seus inimigos. Conan, o Bárbaro foi realmente parafraseando Gengis Khan em sua famosa resposta à pergunta "o que é melhor na vida?" - Para acabar com seus inimigos, vê-los conduzido antes de você, e ouvir as lamentações de suas mulheres.
Uma idéia alternativa veio da Galiléia: o que há de melhor na vida é amar os vossos inimigos, e vê-los reconciliado com você. Hannah Arendt, a primeira mulher nomeada para uma cátedra na Universidade de Princeton, afirmou, "o descobridor do papel do perdão na esfera dos assuntos humanos foi Jesus de Nazaré". Isso pode ser discutível, mas ele certamente deu a idéia original de publicidade.
Reforma Humanitária:
Jesus tinha um jeito de defender os excluídos, que muitas vezes era francamente irritante para quem está no poder. Sua inclusão das mulheres levou a uma comunidade à qual as mulheres se reuniram em números desproporcionais. Escravos - até um terço das populações antigas - podem passear em uma igreja e ter um proprietário de escravos lavar os pés ao invés de vencê-los. 
Um texto antigo instruiu os bispos a não interromper o culto para cumprimentar um freqüentador rico, mas para se sentar no chão para acolher os pobres. O apóstolo Paulo disse: "Agora não há nem judeu nem gentio, escravo ou livre, homem e mulher, mas todos são um em Cristo Jesus." Thomas Cahill escreveu que essa foi a primeira declaração de igualitarismo na literatura humana.
Talvez tão marcante quanto qualquer outra coisa foi a capacidade de Jesus para suportar as falhas de seus seguidores, que desde o início, provavelmente, entraram em seu caminho, pelo menos, tanto quanto eles ajudaram. O número de grupos que reivindicam ser "para" Jesus são inesgotáveis; para citar alguns: Judeus por Jesus, os muçulmanos para Jesus, ex-maçons para Jesus, Motociclistas para Jesus, Cowboys para Jesus, até mesmo ateus para Jesus.
O único elemento previsível da campanha deste outono presidencial dos EUA é que ele vai ser chamado de "a eleição mais importante do nosso tempo." Como o último foi chamado, e a próxima será.
Enquanto isso, a influência imprevisível de um carpinteiro não eleito continua a resistir e se espalhou pelo mundo
Pastor Menlo Park 

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Facebook : 9 maneiras de ser expulso,ou suspenso da Rede Social

Você quer ser chutado fora do Facebook? Então aqui está exatamente o que postar. De nudez a mudanças de nome, a gigante rede de mídia social tem poucas regras sobre o que pode e não pode ser carregado em perfis de seus usuários. E com quase 955 milhões usuários para manter o controle , não deve ser  uma surpresa que o Facebook leva as suas regras muito a sério. Em alguns casos, os termos de serviço postos em prática, obviamente, foram implementados para proteger os usuários de violar a privacidade (ou envergonhar seus filhos fotografados, no futuro). Mas em outros casos, as políticas do Facebook podem parecer simplesmente ridículas. Veja  abaixo  quais  mensagens e comportamentos podem facilmente levá-lo a ser expulso do Facebook. Você já teve a sua conta suspensa ou recebeu um email de aviso da empresa? Você concorda com essas restrições?

  Amamentação

 Esta controvérsia tem minado o Facebook, como afirma a empresa nos seus termos de serviço, não pode haver nudez . Mas os pais argumentam que há uma linha entre "inadequado" e "legítimo" de imagens. Emma Kwasnica é uma defensora da amamentação, que muitas vezes postou fotos dela, e como resultado, sua conta foi suspensa por cinco vezes. Kwasnica e outras mães ainda protestaram a questão na sede do Facebook durante a Semana da Amamentação Nacional.


Aparentemente, só pode haver um Mark Zuckerberg no Facebook.

 De acordo com a PC Mag, em 2011 Mark Zuckerberg S. foi expulso do Facebook por causa de "fraude de identidade." Mas o advogado de Indiana teve outras chateações no Facebook antes de sua conta ser restrita: Por causa da semelhança de seu nome com o fundador do Facebook, S. Zuckerberg passou a receber quase 500 pedidos de amizade por dia. Eventualmente, depois de fazer algumas manchetes, o Facebook pediu desculpas e o advogado voltou a ter acesso à sua conta.

 Ter o mesmo nome que uma celebridade 

 Selena Gomez foi recentemente banida do Facebook. Mas não era a estrela da Disney que tinha sido proibida de fazer upload de suas últimas fotos, era só uma garota normal. Um dia, Selena Gomez Miranda, do Novo México, tentou acessar sua conta no Facebook e descobriu que ela era incapaz de entrar porque o site de rede social acreditava que ela estava imitando a atriz famosa,o que é contra a política da empresa. No momento da publicação, não esta claro se a conta dela tinha sido reativada.



 Usar seu pseudônimo ao invés do nome 

 Salman Rushdie, que escreveu títulos como Filhos da Meia-Noite e Os Versos Satânicos, teve sua conta no Facebook suspensa em 2011 por causa do que Facebook encontrou como uma discrepância no nome. Enquanto o nome é Ahmed Rushdie, o mundo o conhece por seu nome do meio, Salman. A rede social disse ao autor que ele tem que usar seu primeiro nome em seu perfil. "Querido Facebook, me forçar a mudar meu nome de Salman Rushdie a Ahmed é como forçar J. Edgar Hoover para se tornar John", Rushdie escreveu em sua conta do Twitter após o incidente. Facebook restaurou mais tarde o seu perfil. 

Coordenar ataques de hackers

 Operação Payback foi um complô do grupo de hackers Anonymous para derrubar site da Visa, depois que a empresa de cartão de crédito cortou doações para o Wikileaks. Muitas pessoas fizeram uma campanha no Facebook e Twitter para planejar e promover um ataque, fazendo com que suas contas fossem suspensas no sites de redes sociais.

 Tirar fotos curiosas, ou "estranhas" de seus filhos

 Lauren Ferrari foi banida do Facebook por sete dias depois que ela postou uma foto da filha dela, de 5 anos de idade fingindo cuidar de seu irmão mais novo. Enquanto ela não pensou muito da imagem quando ela fez o upload, tanto o Facebook quanto a polícia identificaram a foto como sendo um problema. O Departamento de Polícia de Seattle disse que suas ações mostraram "má criação", que provocou uma controvérsia on-line sobre o que deve e não deve ser colocado online.

 Enviar Spam aos amigos 

 Adam Guerbuez foi multado em 873 milhões dólares após o envio de mais de 4 milhões de mensagens de spam sobre "aumento de pênis", e maconha, de acordo com a PC World. Por causa desse comportamento, Guerbuez foi expulso do Facebook e isso o levou a pedir falência em 2010.

 Dizer que você tem mais de 13 anos, Quando você não tem

Em 2011, o chefe do conselho de privacidade do Facebook disse que uma média de 20.000 perfis de menores de idade, são excluídos a cada dia. O site de rede social tem uma política estrita afirmando que apenas aqueles com idade superior a 13 anos estão autorizados a manter um perfil pessoal.

 Adicionar um script ou código no Site 

 "Olá, Os nossos sistemas indicam que você esteve muito ativo no Facebook recentemente e visualizou páginas em uma taxa rápida o suficiente para que nós suspeitássemos que você poderia estar executando um script automatizado. "
 Como você gostaria de receber o e-mail do Facebook? Isso é exatamente o que aconteceu com Robert Scoble . Aparentemente, ele tinha adicionado um código que importava os emails do facebook, mas qualquer script adicional que não esteja de acordo com o Facebook é proibido. Sua conta foi restaurada depois que ele "pediu desculpa publicamente".

 Britney Fitzgerald

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Você dá 10% da sua renda para igreja? Membros começam a questionar o ensino do Dízimo


Wes Prang é um cristão devoto que tem praticado tudo para sua fé. Apesar de viver com apenas 339 dólares por mês, Prang tem muitas vezes dado dinheiro para sua igreja. Ele fez isso porque ele foi informado de que faria dele um "bom cristão".
E quase arruinou sua vida.
"Eu não tenho um trabalho, eu fui diagnosticado como deficiente e eu estava desempregado", disse ele. "Eu tinha uma renda mensal de US $ 339 por mês, mas eu dava o dízimo e eu continuei a dar o dízimo,mesmo quando meu aluguel subiu, mas meu rendimento não."
Dízimo - que literalmente significa "um décimo" - é uma prática em que membros das igrejas dão 10 por cento do seu rendimento líquido para suas igrejas, independentemente da situação financeira. Um conceito do Antigo Testamento, o dízimo servia como um imposto no antigo Israel.
Hoje, os cristãos dão uma média de 2,43 por cento de sua renda. Os evangélicos estão entre os mais generosos, doando uma média de quatro por cento. Os cristãos conservadores, como batistas, também são mais propensos a entregar o dízimo que os católicos.

Estatísticas dos Estados Unidos e no Canadá sugerem que apenas uma pequena minoria de cristãos dão os 10 por cento completo.Para aqueles que o fazem, a pressão para dar, combinada com a incapacidade de pagar o valor total, levou a uma crise de fé e sentimentos de culpa e vergonha para alguns.Outros dizem que se sentem como "maus cristãos" se não darem o dízimo.
Enquanto alguns argumentam a importância do dízimo na vida cristã, outros tem dúvidas. Tanto o impacto econômico do dízimo e da exploração dos fiéis para obter ganhos pessoais e financeiros por líderes de " mega-igrejas "têm alimentado sentimentos  anti-dízimos, segundo pessoas entrevistadas para esta reportagem.
Prang, um americano de Olympia, Washington, tinha sido um membro de sua igreja batista conservadora desde que ele tinha cinco anos de idade. Ele começou o dízimo em seus 20 anos porque seu pastor enfatizou que o dízimo todos os domingos, era essencial para a salvação.
"Eu ouvi 'Dê' até doer!" mais de uma vez. "
Ele disse que os membros em sua igreja foram explicitamente instruído a pagar o dízimo, mesmo se não pudessem pagar.
Rev. Cheryle Hanna Yorkminster, da Igreja Batista  falou contra igrejas corruptas ,que envergonham seus membros.
"Isso é terrível e ridículo. Isso é legalista, que está controlando e não é de Deus ", disse ela.
"Isso não seria coerente com o ensinamento sobre generosidade, fidelidade e de alegre doação."
Ela disse que o dízimo, não deve ser dado se o membro se sente "amargo" ou "irritado" com isso.
"O dízimo é uma maneira de ser muito prático em nossa expressão de colocar Deus em primeiro lugar", disse Hanna. "Eu ouvi um homem dizer uma vez:" Bem ,eu dou ao  garçom de 15 por cento, como posso dar a Deus menos? "
Na maioria das igrejas, o dízimo é uma prática voluntária, embora ainda seja fortemente encorajada.
Para alguns cristãos devotos, doar para a igreja deve ser algo automático, pois a Bíblia instrui seguidores a "obedecer a Deus" e trazer "os dízimos à casa do tesouro."
"O dízimo é obrigatório, se estamos em recessão ou não - isso não importa", disse Angela Tang, uma episcopal anglicana de uma família missionária. "Eu acredito que eu deveria dar 10 por cento de volta para Deus, porque tudo que tenho veio dele mesmo.
"Acredito que o dízimo deve ser observado porque a Bíblia diz isso."
Meagan Gillmore,  da Igreja  Batista de Brantford, Ontário,dá o dízimo regularmente, embora sua principal fonte de renda é a de Apoio à Invalidez que  recebe por ser legalmente cego.
"A Escritura nos diz para sermos obedientes - Jesus Cristo é muito claro sobre isso quando disse:" Se você me ama,  você vai fazer o que eu digo. "
Gillmore admitiu que há "um monte de coisas", ela não pode pagar por causa do dízimo, mas que ela está disciplinando-se a tornar um hábito ao longo da vida. Como muitos cristãos, Gillmore faz sacrifícios para ser capaz de pagar o dízimo.
"É preciso ser generoso, porque Deus lhe deu algo que não pertence apenas a você.Você precisa dar o dízimo. "


Wes Prang, que também vive com deficiência, viveu uma crise de fé depois de obedecer a lei do dízimo por muitos anos.
"Peguei o ônibus em todos os lugares [e] eu usava roupas doadas porque eu não podia comprá-las", disse ele. "Depois de pagar o dízimo, aluguel, serviços públicos e de tarifas de ônibus , eu tinha menos de US $ 40 a viver para o mês inteiro, mas eu ainda dizimava."
Prang disse que foi informado de que se ele dizimasse "fielmente", Deus iria transformar suas finanças . Ele foi instruído a fazer do dízimo a sua prioridade financeira, a fim de ser considerado "justo" o suficiente para sua vida melhorar.
"Eu dizimava, mas eu não tive quaisquer bênçãos financeiras", disse ele."Eu não parei de receber assistência do governo. Eu não consegui um emprego, um carro, ou melhor apartamento. "Foi Prang descobrir que seu pastor  era dono de 50 casas que a sua crise de fé começou.
"Eu percebi que ele ganha mais numa semana do que eu ganho em um ano inteiro - Como eu ia dar o dízimo para ele?"
Apenas cerca de quatro por cento dos norte-americanos realmente dão o dízimo , abaixo dos sete por cento no ano anterior. No Canadá, a Agência da Receita canadense descobriu que, de 2009 a 2010, as doações religiosas caíram para US $ 4 bilhões.
Russell Kelly, um teólogo de 67 anos de idade, aposentado, tem um site popular contra o dízimo . Ele é um evangélico conservador, Batista , mas tornou-se opositor ao dízimo depois que seu pai foi demitido de seu emprego de professor de escola dominical por não pagar os 10 por cento completo.
"Espero que a depressão econômica leve as pessoas a pensarem", disse ele. "Se você receber um salário e você não puder comprar seus mantimentos ou seus medicamentos, ou pagar a sua habitação, e ... sua igreja diz:" Oh, você tem que nos dar os primeiros 10 por cento "-. Isso não é bíblico
Kelly e outros promovem a "oferta sacrificial", onde os cristãos dão em proporção à sua renda.
"Dez por cento pode não significar nada para alguém que é muito rico, mas vai significar muito para uma pessoa sem emprego. A pessoa que tem mais deve dar mais. "
Hanna também salientou que é "absolutamente aceitável" para dizimar menos de 10 por cento em alguns casos, especialmente se a pessoa está em dívida.
"O importante não é a quantidade, mas a fidelidade. Deus não se preocupa com a quantidade. "
Para Prang, que ainda é um cristão devoto, a sua fé o levou a sua decisão final sobre a questão do dízimo.
"Eu parei com o dízimo, porque eu finalmente estudei a Bíblia e pedi a Deus ... "o que isso significa", disse ele. "Eu comecei a ir a Deus, porque seguindo os ensinamentos do pastor  e deixando ele me dizer o que Deus quer, não estava conseguindo ir em qualquer lugar."
Rachel Phan

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 12 de agosto de 2012

Na hora H: Bem vindo o "bem estresse"

Olimpíadas, favoritismos, expectativas e na "hora H"... Nada! Para um país tão grande e tão carente de ídolos, os poucos que nos empolgam por conquistas anteriores - Cielo na natação, Mauren no atletismo, vôlei de praia, judô e por aí vai - vão para as disputas, após virarem astros da mídia, fazer propaganda por anos, e naquela expectativa toda, lá vem uma eliminação precoce, ou uma medalha de bronze (muito meritória), mas, para nós, a sensação de frustração. 

Será que "amarelamos" tanto quanto nossa camisa? Ou, como diz a música, ainda não chegou a "hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor"? Seríamos uma nação com complexo de "vira-lata"? 

Mas vemos ao mesmo tempo um país pequeno, pobre e periférico como a Jamaica, que há décadas concorre no atletismo de igual para igual com os Estados Unidos, China e Rússia, e produz um fenômeno como Usan Bolt que ganha, ganha, se diverte, nos diverte e, soberano, não se abala: na "hora H" ele faz exatamente o que dele se espera: naturalmente, convictamente ganhar! 

O que vejo é que, aquilo que conseguimos no vôlei e andamos perdendo no futebol é o segredo do psiquismo ganhador: a mentalidade do vencer, a capacidade de superar, de administrar as oscilações psicológicas inerentes à competição. 

Neste sobe e desce de adrenalina, serotonina, dopamina, testosterona, cortisol, enfim, numa tempestade químico cerebral típica do estresse elevado ao extremo do "lutar ou correr", a administração mental, o equilíbrio entre pensar, sentir e agir, a capacidade de transformar frustração em estimulo imediatamente, no próximo enfrentamento, é o que leva um simples mortal a ser um imortal atleta do olimpo. 

Seja um Phelps na natação que quebrou todos os recordes das olimpíadas ganhando 21 medalhas, ou um Bolt que se tornou bi-campeão dos 100 e 200 metros rasos pela primeira vez na história, ou uma Nádia Comanesci que já há décadas foi a única ginasta a tirar dez, independente de um ser americano, outro Jamaicano e a última romena, o que contou foi que na "hora H", eles têm algo em comum: tiraram do estresse o que ele tem de melhor - nos tornar vitoriosos, superar adversidades, nos tornar lideres. 

Bem vindo o "bem estresse".

Eduardo Aquino (Jornal Super)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...