sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Cristianismo pode alterar a vida animal na Amazônia


Normas religiosas e culturais muitas vezes dizem quais animais devem ser protegidos, comidos ou evitados a todo custo.O Islã proíbe carne de porco ; vacas são consideradas sagradas pelos hindus, e a maioria dos americanos se contorcem com a ideia de comer um cavalo. Esses tabus e costumes diferentes podem mudar a paisagem da fauna em torno de determinados grupos de pessoas.

Pesquisadores da Universidade de Stanford investigaram como três influências cristãs (evangélico, sabatistas e católicos / Anglicanos)  podem ter alterado o tratamento dado aos animais entre os convertidos das comunidades indígenas na Amazônia . Acontece que os missionários podem não apenas estarem mudando corações e mentes da região, mas também a biodiversidade, dizem os pesquisadores.

Embora as pessoas das tribos Macuxi e Wapixana , tradicionalmente, acreditem que o consumo da carne de Anta  pode torná-los doentes, muitos deles comem o animal de qualquer maneira, confiando que seus xamãs vão curar a doença em potencial. Mas as pessoas nas tribos que se converteram a uma das religiões sabatistas, tais como tais como Adventismo do Sétimo Dia,  eram muito menos propensas a comer anta porque a sua nova religião fez isso um tabu(Adventistas não comem carne), os investigadores encontraram esses dados em sua pesquisa com 9.900 indivíduos na Amazônia.

Enquanto as adesões ás novas religiões podem significar que menos antas serão mortas, se livrar do xamanismo, especialmente entre os grupos evangélicos e sabatistas, parece ter aumentado as mortes de animais que antes não eram consumidos, dizem os pesquisadores. Os Xamãs muitas vezes protegiam e proibiam a caça em algumas  áreas , pois acreditavam que as áreas estavam repletas de  entidades espirituais.

"Com base em observações de campo, eu acho que a remoção dos xamãs se traduziu em mais mortes de animais",  José Fragoso, um cientista da Universidade de Stanford, disse em um comunicado. "Nossa percepção é de que eles estão matando mais animais que não são mais tabus, como porcos, e também que eles estão fazendo caçadas nas áreas sagradas, que anteriormente não caçavam, pois agora não acreditam mais nessas divindades"

Fragoso e seus colegas, cuja pesquisa foi financiada pela National Science Foundation, tinha intenção de investigar se alguns animais estão sendo mortos em maior número, de acordo com a Universidade de Stanford.

Megan Gannon

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigado pela participação no Blog. Jesus te abençoe.
Você pode comentar usando o Facebook no campo acima, ou comentar usando uma conta do Google aqui :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...