domingo, 27 de julho de 2014

Homem entra na justiça depois de doar 12 mil reais pra igreja e não ser curado.


Depois da promessa da pastora da igreja de que seria curado se desse dinheiro para a igreja, o aposentado César Glicério da Silva, de 41 anos, gastou 12 mil reais com doações e compra de produtos da Igreja Cruzada Profética do Pai das Luzes. A denuncia foi feita pelo jornal "O TEMPO".

"...Ele queria se curar da hipertensão e, para isso, gastou R$ 12 mil com doações e compras de produtos.
Após um ano frequentando o templo no centro de Belo Horizonte, ele não se curou da doença e agora luta, na Justiça, para reaver o dinheiro que gastou e que o faz penar com dívidas acumuladas em 60 prestações feitas em diversos bancos..."

Desiludido e tendo a fé como última esperança para se livrar da doença, César procurou a igreja e diz ter recebido promessas de que iria se salvar se comprasse os produtos do local. Foi assim que ele gastou cerca de R$ 2.000 com um “vinho do amor”, outros R$ 1.700 com a chamada “espada de gideon” e mais o mesmo valor com um castiçal da igreja.

Além disso, ele adquiriu diversos CDs e DVDs mesmo não tendo aparelho para assisti-los em casa. E esses gastos não incluíam o pagamento mensal - somado ao percentual do 13° salário - do dízimo. Para uma entidade sem fins lucrativos, a doação de R$ 12 mil em um ano por um único fiel parece um exagero.

Para César, que mora em um cômodo de cerca de 3m X 4m, foi mesmo. A casa dele fica no bairro Lagoinha, na região Noroeste da capital, e possui apenas cama, fogão, alguns utensílios da cozinha, um rádio e os objetos comprados na igreja. Estes foram sugeridos pela profetiza Berenice Costa, que o convenceu a pegar empréstimos em várias instituições financeiras para comprá-los.


“Ela disse que iria me curar se eu comprasse essas coisas. Disse que eu estava com macumba”, contou, se referindo à profetiza - ou pastora. “Eu acho um abuso. A gente mal tem dinheiro pra comprar as coisas e aí a igreja ainda tira o pouco que a gente tem. Acredito que agiram de má-fé. Não se pode brincar com a fé das pessoas desse jeito. Nem com a saúde”, dispara.

"A Cruzada Profética do Pai das Luzes tem ramificações em todo o país e é comandada, em Minas Gerais, pela pastora Berenice Costa. Em Belo Horizonte, ela é localizada no centro e tem a entrada de vidro, mas coberta por avisos e panfletos enaltecendo os supostos poderes de cura da pastora. A reportagem de O TEMPO esteve no local sem se identificar como imprensa. Para entrar, é necessário deixar o nome e um telefone de contato. O uso de telefones celulares é proibido.
Em cima do altar e em letras grandes e vermelhas, os dizeres “A benção só existe na linha da obediência”. Nas paredes, cartazes com desenhos ameaçadores lembram: “Cobra não se cutuca com vara curta. Cobra se mata com a espada de Gideon”, instrumento que é vendido na própria igreja no valor de R$ 1.700.
Os cultos são realizados duas vezes por semana, mas os atendimentos são feitos em qualquer dia. É neles que a profetiza Berenice Costa conversa individualmente com os fiéis e lhes recomenda o “melhor tratamento” para a cura do respectivo mal.
Durante os cultos, a estrela maior é Berenice, mas o início é comandado por outras profetizas. Com a chegada dos fiéis, a maioria mulheres mais velhas e trajadas de forma simples, a profetiza inicia seu discurso, lembrando a todo o tempo a importância da obediência e do sacrifício pela igreja. Enquanto isso, uma música alta e instrumental que lembra o som de órgãos ecoa por toda a igreja.
Após o discurso, a profetiza chama alguns fiéis no palco e pergunta a cada um deles qual é seu mal. Dores de cabeça, problema nos rins, artrites e dores de barriga são resolvidos por ela com gritos de “tira isso do corpo dele, Deus”, enquanto a espada de gideon é passada próximo à parte do corpo do fiel correspondente ao mal que ele sofre. Quando perguntados sobre a cura, eles respondem que se sentem melhor. Mas, quando não respondem ou dizem não saber o que dizer, a profetiza assume a palavra: “isso é porque você não tem o que falar. O poder de Deus faz isso com as pessoas”.
Após a sessão de cura, os fiéis entoam canções, e Berenice Costa entra, vestida com uma túnica dourada, pregando ainda mais alto que a primeira profetiza. Ela relata exemplos de curas de fiéis e lembra ao público: “você tem que marcar uma consulta com a gente. Não adianta nada vir aqui, dizer que tá sofrendo, e depois ir embora. Tem que marcar a consulta, senão não vai adiantar”."

Fonte: O Tempo

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 24 de maio de 2014

Rick Warrem: "Os Cães vão para o Céu"


COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 11 de maio de 2014

Eduardo Aquino : A sociedade anda parindo marginaizinhos!

Em tempos em que se discute a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, pouca atenção se dá a um fenômeno cada dia mais crescente: a maldade, a violência e a impunidade são fruto da ausência firme de autoridades e de uma sociedade cada vez mais desigual, trancada em si e alienada.

Tome-se o exemplo de um assalto em plena tarde de terça-feira em São Paulo, em que dois menores de 11 e 14 anos (!) agrediram uma senhora em um estacionamento de um shopping – antigo local seguro de compras – e, perseguidos pela PM por vários quilômetros, acabaram batendo o carro em outro e trocando tiros com os policiais. Entre os feridos por balas perdidas e pelo acidente, cidadãos trabalhadores e inocentes, vítimas de uma tragédia sem fim. Levados à delegacia, conforme reza o Estatuto da Criança e do Adolescente, devido à idade mínima, ambos tiveram seus pais chamados para se responsabilizar.

A passagem pela instituição que em São Paulo se chama “Casa” (antiga Febem) não foi possível pela pouca idade. Entrevistada, uma das mães, aos prantos, diz: “não tem jeito com esse menino, é o cão, saio de casa às 4h da manhã, chego às 11h da noite, trabalho honestamente, mas ele não vai para escola, fica na rua com má companhia, usando droga e assaltando!”. Então, eu pergunto: cadê pai e mãe para dar castigo, punir, estabelecer limites? Na sua ausência, quem deverá exercer esse papel? Avós, familiares, vizinhos, creches sociais, babás para classes mais abastadas? Ou seriam escolas em horário integral, projetos esportivos comunitários, trabalho de ONGs que estimulassem arte, cultura, ecologia? Pois o certo é que na fase pré-puberdade é que se moldam mais firmemente a estrutura do caráter, as primeiras noções de cidadania, ética e moral. E o que dizer da formação religiosa, que por séculos inibia as tendências instintivas para violência, sexo, transgressões em geral?

Um estudo que gosto de citar quando assunto semelhante vem à tona é o caso dos adolescentes elefantes. Tudo começou quando um dos parques de preservação de elefantes ficou superpovoado. A solução encontrada foi transferir parte do bando para outro parque, a centenas de quilômetros, na África do Sul. Para tanto, optou-se pelo embarque dos menos pesados, portanto crianças e adolescentes. Tudo certo, até que, passado algum tempo, chegaram notícias de comportamento atípico dos elefantes, matando outros animais, invadindo tribos, destruindo construções, agressivos entre si, entre outros relatos, o que desafiou veterinários, biólogos e estudiosos.

Após uma série de encontros e estudos, verificou-se que a sociedade dos elefantes é matriarcal (a fêmea exerce poder e domínio) e que, sem os adultos para controlá-los, puni-los, estabelecer hierarquia, limites, o bando de elefantes adolescentes se tornara desajustado, com má índole, violento e não sociável, e que não adiantaria retorná-los a seus pais e parentes, pois houvera uma mudança de caráter irreversível. Após polêmicas , o governo Sul-africano autorizou que fossem abatidos e mortos em caçada.

Quem se interessar por uma ciência chamada “etologia”, que compara o comportamento animal com os seres humanos, poderá verificar situações como esta relatadas entre chimpanzés, leões, etc. Então, pergunto: quem será por nós? Pois, se por um lado, a revolta tem levado a tristes casos de linchamento, somos nós, ricos, remediados e pobres que, como coletivo, atendemos pelo nome de “sociedade”, quem tem a culpa, das gerações de meninos de rua, órfãos de nós mesmos, gerados por um ventre social doentio, desmamados à força, nutrindo-se do pó, das pedras, vingando-se sem misericórdia nos tiros, tirando dos “bacanas” o que julgam precisar para se igualar ao sonho consumista e às vaidades fúteis.

A guerra urbana não distingue herói de bandido, bons ou maus. Somos vítimas e autores das atrocidades que nos fazem ter prisão domiciliar, sair para trabalhar, voltar correndo na lentidão dos transportes públicos e privados, com muros altos, cercas, alarmes e muita, muita reza!

Eduardo Aquino (Jornal O Termpo)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Você pode ser um "cristão", mesmo se ...


Muitas pessoas usam a Bíblia para fazer julgamentos ferozes sobre outros - pecaminosamente usando
condenação, culpa, vergonha, medo e ódio as outros - tudo sob o pretexto de "responsabilidade" e da falsa premissa de “Cristianismo”

Mas, de acordo com a Bíblia, várias pessoas foram usadas por Deus para fazerem coisas incríveis, e esses indivíduos foram frequentemente descritos como justos e santos ... mesmo que eles fossem falhos de forma dramática.
Ser humano é um ser imperfeito, e embora não devemos glorificar o pecado ou propositadamente vivermos em pecado, precisamos ter cuidado para não ficarmos rotulando os outros de "hereges", "incrédulos" e "pecadores". Porque, na realidade, ao contrário de tudo o que podemos supor, aqueles que nós detestamos poderiam serem favorecido por Deus.
Atributos pecaminosos e delitos não os desqualificam de uma vida de santidade, justiça e piedade, mas, muitas vezes, tratamos as pessoas como tal - e os condenamos a uma eternidade no inferno. 
Mas, de acordo com a Bíblia, você pode ser um "cristão", mesmo se ...

Você é um assassino: Moisés (Êxodo 2:11-12); Rei Davi (2 Samuel 7-12.);
Você é uma prostituta: (Josué 06:25, Hb 11:31) Raabe
Você é um adúltero: Rei Davi (. 2 Sam 11); A mulher apanhada em adultério (João 8);
Você dorme com seus parentes: Judá (Gn 38); Ló (Gn 19)
Você praticava a poligamia: Abraão (Gn 16:03); Jacob (Gn 29); Gideão (Juízes 8:29-32); David (2 Sam 5:13-16.);Salomão (1 Reis 11:1-3)
Você é um funcionário corrupto: Zaqueu, o cobrador de impostos (Lucas 19:1-9);
Você rouba: Jacó (Gênesis 27); Raquel (Gênesis 31: 31-35); Os israelitas (Malaquias 3)
Você é um criminoso: o ladrão na cruz (Lucas 23: 40-43)
Você é um bêbado: Noé (Gn 9:20-23)
Você é um traidor: Pedro (Marcos 14:66-72)
Você Julga, odeia, persegue, e discrimina: Jonas (Jonas 3:10 – 4:04); Os discípulos Tiago e João (Lc 9:51-56);Saulo / Paulo (Atos 09:01; Gal 1:14;. 1 Co 15:09),
Você comete atos de violência: Pedro (João 10); Saulo / Paulo
Você é um cético: Tomé (João 20); Gideão (Juízes 6); Sara e Abraão (Gn 17)

Você apenas não pode ser um cristão Se ...

Você fizer milagres, expulsar demônios e fizer obras maravilhosas: (Mateus 7:21-23)
Você fala com Deus: Satanás (Jó 1:7, Lucas 4)
Você sabe muito sobre Deus, Teologia, e as Escrituras: Satanás (Lc 4), os fariseus,

Infelizmente, os cristãos duramente rejeitam e atacam os outros por crimes muito menores do que os listados acima. Então, como os cristãos estão fazendo hoje? Podemos ser surpreendidos quando não parece nada com nós mesmos.
Jesus rotineiramente nos advertiu sobre o perigo de julgarmos os outros (Mt 7:1-5), mas é fácil nós hipocritamente condenarmos para satisfazer os nossos próprios desejos, agendas, medos, culpas e motivações. Tenha cuidado (Lc 6:37).


Stephen Mattson ( Estudou Pastoral Juvenil no Moody Bible Institute. Ele está agora na equipe da Northwestern College, em St. Paul, Minnesota.)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Um basta ao ateísmo Arrogante

Como um ateu, e também um humanista, acho que em nossos esforços para apontar os perigos e defeitos inerentes a religião, às vezes caem na linguagem da arrogância. Eu li uma citação recente do biólogo evolucionista famoso e premiado Humanista do Ano , Richard Dawkins, que, após reflexão, mostrou que até mesmo ele pode ser vítima de tal tendência. Ele afirmou que "a religião é uma licença organizada para ser aceitável como estúpido." Enquanto Dawkins certamente tem um ponto válido em relação a oposição freqüente da religião dominante de pensamento crítico e empirismo, ele faz o seu ponto de tal forma que é provável que deixe as pessoas religiosas ofendidas, em vez de interessados ​​em ateísmo e do pensamento racional.
Dawkins fez algo semelhante quando afirmou que o número combinado de prêmios Nobel conquistados pelos muçulmanos era menor do que o ganho por uma única universidade Inglêsa , o que implica que as realizações notoriamente não-religiosas da academia são superiores aos dos adeptos de uma religião inteira. Mais uma vez, Dawkins tem um ponto válido - que a mentalidade anti-ciência de muitas religiões tem limitado seus adeptos de aprender sobre ciência e trabalhar no campo científico, mas dizendo-o de tal forma,ele não irá inspirar  pessoas religiosas para se preocuparem com a ciência, pelo contrário,essas pessoas estarão mais mais propensass a ofender e antagonizar-los.
É importante notar que não acho errado o chamado "ateísmo militante" que incentiva a evangelização da descrença, não há nada de intrinsecamente errado com a promoção de uma posição para os outros. E eu definitivamente não estou falando sobre o chamado "ateísmo com raiva", porque o não-religioso deve estar com raiva por abusos cometidos por organizações religiosas e da discriminação contra as minorias religiosas e não religiosas. Estou falando sobre o "ateísmo arrogante", o que é visto quando os ateus falam como se sua visão é infalível, e agem como se a sua inabalável crença os torna superiores aos que acreditam.
O problema com o ateísmo arrogante é que espanta aqueles que de outra forma se identificam como ateus, e isso nos impede de construir as alianças que nós precisamos, a fim de atingir os nossos objetivos. Esta é uma discussão sobre táticas e atitude. Religião não está acima da crítica, por isso devemos ser livres para criticar e até mesmo zombar do absurdo ocasional. A maioria das pessoas apreciam humor, seja na forma de stand-up ou apenas brincadeira amigável. Mas quando esse humor é usado para ferir os outros, torna-se uma forma de escárnio que é incompatível com os princípios de compaixão do humanismo. Quando a crítica é feita para menosprezar, ridicularizar , o respeito que é a base para qualquer conversa significativa é perdido.
Incentivo é o fato de que uma nova geração de homens públicos não religiosos de diversas origens surgiram para espalhar a palavra sobre a descrença de uma forma compassiva e despretensiosa, como exemplificado por grupos como a Secular Student Alliance . A ênfase em uma vertente menos monolítica e mais compreensivo do ateísmo é uma das principais razões que o número de ateus auto-identificados está crescendo rapidamente e as relações entre as comunidades religiosas e não religiosas nunca estiveram melhor.
Se  realmente pretendemos atingir o público em geral com a nossa mensagem de ceticismo, investigação científica e uma convicção sobre a importância dos direitos civis básicos e liberdades, é preciso reconhecer que você pode respeitosamente discordar, mas você não pode ser desrespeitoso. Vamos deixar a arrogância e enfatizar os valores humanistas que apelam para tantas pessoas de diferentes tradições religiosas. Ainda podemos falar sobre  a nossa descrença e devemos procurar desafiar a ignorância (seja ela religiosao ou não)  mas devemos fazê-lo da maneira que abra as mentes das pessoas em vez de fecha-las.

Roy Speckhardt (Diretor Executivo, Associação Humanista Americana)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 11 de janeiro de 2014

Papa Francisco é um bom homem para todas as religiões

Sou um judeu que ama o Papa. Eu sempre disse, "não sou muito religioso". No entanto, o papa Francisco é um bom homem para todas as religiões. Ele é uma pessoa humilde que se identifica com os pobres.
Assim o  Papa realizou seu pontificado até o momento. Durante sua mensagem do Dia de Ano Novo ele nos encorajou a "procurar a paz" e "construir uma sociedade verdadeiramente mais justa e solidária." Ele repreendeu um bispo alemão por seus gastos exagerados. E, quando perguntado sobre seus pontos de vista sobre o casamento do mesmo sexo, ele respondeu: "Quem sou eu para julgar?" Ele tomou decisões difíceis, enquanto também é bondoso e amoroso para aqueles que precisam.
Ele é um homem que quer nos fazer entender e respeitar uns aos outros. E essa é a essência do que todas as religiões devem ser.
Kirk Douglas -Ator
(Huffingtonpost)

COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:

Gostou? Compartilhe com seus amigos. E para receber as atualizações do Blog, com textos como esse, cadastre gratuitamente agora seu Email. Sempre que novos textos forem publicados você receberá em seu Email um aviso. Muito obrigado pelo apoio.

Delivered by FeedBurner

---------------------------------------------------------------------------------------------
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...